Ripple está confiante e não tem planos de entrar em acordo com a SEC

A sexta maior criptomoeda em valor de mercado Ripple (XRP), está sendo processada pela SEC acusada de vender XRP como um título não registrado desde 2013. A SEC afirma que a XRP continua sendo um título não registrado até hoje.

Para a equipe de defesa da Ripple, um acordo com a SEC seria sinal de fraqueza, assim, em declarações à Fox Business, a equipe de defesa de Ripple disse que está confiante em sua posição. Eles afirmam que enfrentar a SEC em um cenário de teste é necessário para trazer uma reforma mais justa para o mercado de criptomoedas.

Ripple queria descobrir se funcionários da SEC haviam negociado XRP; juíza nega pedido

A juiza federal responsável pelo processo judicial, negou a moção da Ripple Labs para ordenar que a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) produza registros das transações de criptoativos de seus funcionários em um esforço para provar que a agência não considerava o XRP um título.

Em uma petição publicada na terça-feira (21), a juíza Sarah Netburn se negou a conceder à Ripple o acesso a documentos que indicam se funcionários da SEC realizaram transações em Bitcoin (BTC), Ether (ETH) ou Ripple (XRP).

Anteriormente, o tribunal havia exigido que a SEC elaborasse políticas de negociação relacionadas a cripto e, em seguida, foi revelado que a reguladora não tinha política alguma no início do julgamento contra a Ripple.

A Ripple afirma que, quando representantes da empresa se encontraram com o conselho da SEC em agosto, os advogados afirmaram, durante a reunião, que funcionários da SEC foram impedidos de negociar XRP após a ordem formal da investigação ter sido emitida em 2019.

Apesar da negação da petição, a Ripple ainda se mantém no jogo e confiante

Além desses documentos, a equipe jurídica da Ripple argumenta que a inclusão de informações sobre decisões individuais de negociação de funcionários da SEC “irá, no mínimo, expor a falta de transparência em relação ao status do XRP e se a SEC acreditava que XRP fosse um valor mobiliário”, de acordo com a análise da juíza Netburn da petição negada.

A juíza argumentou que os acusados (a Ripple) não mostraram que tais decisões de negociação individual influenciassem no caso e que, apesar da falta de políticas da SEC poderem fornecer evidências de falta de alerta ou imprudência, o Conselho de Ética considerou que essas decisões de negociação geraria confusão ou disputas judiciais.

Ainda que tenha perdido a disputa sobre registros individuais de negociação, a petição de Netburn reiterou que a SEC deve fornecer documentação à Ripple, confirmando sua recente afirmação de que funcionários da empresa foram impedidos de negociar XRP em 2019.

Essas divulgações de informações da SEC prometem privacidade aos usuários e a Ripple ainda precisa provar que a suspensão dessas proteções faria diferença material ao caso, de acordo com a juíza Netburn.

fonte: moneyinvest / moneytimes

3 thoughts on “Ripple está confiante e não tem planos de entrar em acordo com a SEC

Deixe uma resposta